Quinta, 27 Novembro 2014
Email
Adicionar aos Favoritos
RSS

escola tecnológica do litoral alentejano

No ensino técnico e profissional de qualidade, desde 1990.



 
youtube_logo

 

PARCEIRO:

ISA_Portugal2Col 

 

 

 

Pelo Código dos Contratos Públicos (CCP), todas as compras por entidades públicas deverão ser realizadas por via eletrónica em Plataformas Eletrónicas de Contratação, pelo que a ETLA adotou a Plataforma Eletrónica de Contratação vortalGOV.


Actividade no portal

Temos 114 visitantes em linha
Photo Photo Photo Photo Photo Photo Photo Photo
Escola Tecnológica do Litoral Alentejano
Job of My Life na ETLA

 

O Programa MOBIPRO-EU (THE JOB OF MY LIFE) foi criado, pelo Governo Alemão, para apoiar jovens europeus (entre os 18 e 27 anos, com escolaridade igual ou superior ao o 9º , excepto com mestrado) que queiram fazer um Curso de Formação Profissional em Sistema Dual naquele país.

 

Temos oferta para 120 jovens portugueses em áreas como:

 

> Saúde e Apoio Social
(Geriatria/Gerontologia, Enfermagem, Tec. Prótese dentária, Optometria,…)

> Hotelaria, Restauração e Turismo
(Técnico de Mesa e Bar, Cozinheiro, Padaria, Pastelaria,…)

> Eletricidade/ Energia/Eletrónica
(Eletricista de Instalações, Telecomunicações, Eletrónica de Sistemas,…)

> Metalurgia e Metalomecânica
(Serralheiro civil, Operador de Máquinas e ferramentas, Mecatrónica, Construção e Reparação de Veículos,…)

> Construção Civil
(Técnico de Coberturas, carpintaria, Canalizações e Sistemas de Climatização,…)

> Logística e Transportes
(Técnico de Armazenagem e Logística, Motorista,…)

> Indústria 
(Técnico Laboratorial, Técnico Químico Industrial, Indústria Alimentar,...)

> Outros
(Cuidados de Beleza (cabeleireiro)).

 

CANDIDATURAS ATÉ 28 DE NOVEMBRO!


Continuar...
 

Os vetores estratégicos do ensino profissional

Gonçalo Xufre Silva - Presidente do Conselho Diretivo da ANQEP

 

    Muito se fala atualmente de ensino dual mas facilmente se percebe que nem sempre estamos sintonizados na mesma linguagem. Há quem associe o ensino dual às modalidades educativas e formativas que repartem os tempos curriculares entre as entidades formadoras e as entidades enquadradoras da formação em contexto de trabalho e quem o considere sinónimo de entidades que ministram formação profissionalizante. Há ainda quem o entenda como o ensino que prepara para a aprendizagem de uma profissão. Na aceção defendida pela Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional - ANQEP (a entidade que detém a competência de coordenar a execução das políticas de educação e formação profissional de jovens e adultos e ainda de assegurar o desenvolvimento e a gestão do sistema de reconhecimento, validação e certificação de competências), o termo "dual" corresponde a qualquer qualificação (independentemente da modalidade) que confira uma certificação escolar e, simultaneamente, uma profissional. É esta dualidade entre a componente escolar e a componente profissional que, na nossa aceção, confere, no final do percurso, a dupla certificação.
    E é também nesta dualidade que reside a força do ensino profissional, uma promessa e aposta do presente executivo que, desde cedo, reafirmou o interesse em aumentar a procura de jovens por este tipo de ensino.

Continuar...
 
O que os nossos ex-alunos pensam de nós

…tive o grato prazer de conhecer e trabalhar com grandes profissionais, que me formaram com dedicação e empenho.

João Encarnação - Barcelona 2014Depois de 20 anos, a que na altura era a Escola Profissional Neste, é uma referência incontornável para o que sou hoje como profissional e pessoa.

Tudo começou em 1990 quando tinha treze anos e ouvia falar pelos corredores do liceu de Sines da abertura de uma escola profissional nas instalações da Neste. Imediatamente fiquei interessado no conceito de continuar os meus estudos num ambiente industrial, essencialmente para poder vir a integrar mais facilmente o mercado de trabalho local.

Quando fiz os exames de admissão na escola em 1991, apercebi-me imediatamente do elevado grau de exigência da escola, ao qual tive de responder com uma atitude de esforço, dedicação e excelência durante os três anos do curso de Química.

Durante a minha formação tive o grato prazer de conhecer e trabalhar com grandes profissionais, que me formaram com dedicação e empenho. Nunca foi fácil a vida e o trabalho na escola, mas era precisamente o seu constante tom desafiador que nos ajudava (alunos) a descobrir um potencial que desconhecíamos e seguramente que nunca se haveria despertado numa escola secundária normal.

Os meus estudos na escola (entretanto mudava o nome para Escola Profissional Borealis) culminaram com a minha PAP em 1994, realizada na Instalação de Tratamento de Efluentes (ITE) e que se integrou num projecto Europeu PETRA. Foi um ano extraordinário onde o contacto directo com o ambiente fabril ultrapassou todas as minhas expectativas iniciais em relação à formação que buscava. No entanto. e por ironia do destino, foi precisamente neste ambiente que a minha vida adoptou um rumo que me forçaria a continuar os meus estudos, desistindo completamente da ideia de iniciar de imediato uma actividade profissional.

Durante a minha PAP, estudei os processos de depuração biológica da ITE onde se aplicavam inóculos de micro-organismos imobilizados em resinas. Foi então que ouvi pela primeira vez a palavra biotecnologia. O meu fascínio por esta ciência forçou-me a procurar uma formação superior, sendo que na altura apenas existiam dois cursos a nível nacional: um em Braga e outro em Faro.

Continuar...
 

…ser capaz de oferecer uma formação de reconhecida qualidade e que vai de encontro as necessidades emergentes do tecido empresarial que serve…

Desde sempre que a aicep Global Parques, enquanto empresa dedicada a gestao de parques industriais e logísticos e na oferta de serviços especializados em localização empresarial, tem procurado identificar e promover os fatores criticos que concorrem para a captacao de projetos de investimento.

Entre esses conta-se, indiscutivelmente, a oferta formativa, nomeadamente aquela que se apresente como mais diretamente ligada a atividade empresarial em causa, seja ao nível, da oferta inicial, seja ao nível, do que recorrenternente se designa por formacao permanente de ativos.

É neste quadro que uma escola como a ETLA assume um papel verdadeiramente essencial para fazer de Sines, e da sua Zona Industrial e Logística, uma região particularmente bem posicionada para a captação de importantes projetos de investimento nacionais e internacionais.

Ao ser capaz de oferecer uma formacao de reconhecida qualidade e que vai de encontro as necessidades emergentes do tecido empresarial que serve, necessidades permanentemente atualizadas e renovadas, a ETLA cumpre não só uma importante missão na criação de relevantes oportunidades de qualificacao e de elevada empregabilidade para os jovens que a frequentam, como, cumpre igualmente, um relevante papel no referee da competitividade de Sines como uma localizacao de excelencia e como uma região de grande vitalidade económica.

A ETLA tem pois sabido ao longo destes anos responder as expectativas que foram criadas com a sua criação e, estou certo, continuara a saber reinventar-se, fazendo da sua já considerável experiência, uma importante base para, ajustando a usa oferta formativa aos novos desafios que a comunidade em que se insere lhe impõe, continuar a ser uma referência na formação de todos aqueles que dela usufruem.

 

Miguel Fontes

Administrador Executivo da aicep Global Parques, S.A.

Maio de 2014

 
 
<<  Novembro 2014  >>
 Se  Te  Qu  Qu  Se  S  Do 
       1  2
  3  4  5  6  7  8  9
10111213141516
17181920212223
24252627282930
 
exalunos
 
 

 

Promotores da ETLA:

 


 

 

 

 

 

 

SinesTecnopolo

.

 

 

Support Wikipedia Copyright © 2014. ESCOLA TECNOLÓGICA DO LITORAL ALENTEJANO