Sexta, 18 Abril 2014
Email
Adicionar aos Favoritos
RSS

escola tecnológica do litoral alentejano

No ensino técnico e profissional de qualidade, desde 1990.



 
youtube_logo

 

PARCEIRO:

ISA_Portugal2Col 

 

 

 

Pelo Código dos Contratos Públicos (CCP), todas as compras por entidades públicas deverão ser realizadas por via eletrónica em Plataformas Eletrónicas de Contratação, pelo que a ETLA adotou a Plataforma Eletrónica de Contratação vortalGOV.


Actividade no portal

Temos 26 visitantes em linha
Photo Photo Photo Photo Photo Photo Photo Photo
Escola Tecnológica do Litoral Alentejano

 

 

+ INFORMAÇÕES                                     INSCRIÇÃO


 
Quadro de Referência Europeia de Qualidade para o Ensino e Formação Profissionais

Relatório sobre a criação do Quadro de Referência Europeia de Garantia de Qualidade para o Ensino e Formação Profissionais

O relatório sobre os progressos da garantia da qualidade no Ensino e Formação Profissionais na União Europeia é o primeiro da Comissão Europeia a ser apresentado ao Parlamento e ao Conselho Europeu, na sequência da adoção da recomendação, de 18 de junho de 2009, sobre a criação de um Quadro de Referência Europeia de Garantia da Qualidade para o Ensino e Formação Profissionais (EQAVET).
O documento, apresentado em Bruxelas, no dia 28 de janeiro, resume a experiência adquirida e apresenta propostas para o caminho a seguir.
A recomendação EQAVET estabelece um instrumento de referência para ajudar os Estados-Membros a promoverem e acompanharem a melhoria contínua dos sistemas de ensino e formação profissionais.
O Relatório conclui que o EQAVET tem contribuído para o avanço de uma cultura da qualidade no ensino e formação profissionais nos países europeus, bem como para a sua aplicação prática, nomeadamente através do desenvolvimento de medidas operacionais de qualidade.
Refere ainda que, no entanto, tais medidas têm-se centrado na provisão institucional, baseada na aprendizagem inicial e contínua, tendo um impacto menos visível na aprendizagem baseada no trabalho, na educação não-formal e dual.

QRQEFP

 
Promover o ensino profissional: uma forte aposta em 2014

promover o ensino profissionalDevido às características curriculares que possui e à sua capacidade motivacional, o ensino profissional tem sido encarado como um bom antídoto contra o abandono escolar e ainda como uma vitamina para o aumento dos níveis de sucesso educativo.

Como se sabe, os jovens tendem a motivar-se mais pelas aprendizagens quando estas se revelam pragmáticas e de efetivação imediata, assumindo uma utilidade que os próprios jovens conseguem reconhecer.

Mas, têm sido precisamente estas utilizações que por vezes contrariam as tentativas de se valorizar e promover o ensino profissional. Se este ensino tende a acolher essencialmente situações propensas ao abandono escolar, dificilmente poderá ser percecionado, pela sociedade em geral, como uma primeira opção que os pais queiram recomendar aos seus filhos ou os professores aos bons alunos.
Ora, é aqui é que está a grande questão. Como valorizar e promover uma oferta educativa e formativa que radica neste dilema de tão depressa querer abarcar os que tendem a fugir ou já fugiram do sistema educativo como afirmar-se como uma opção de excelência para todos os que finalizam o 9.º ano?
Aparentemente, a resposta a esta questão parece simples. Há que provar que o ensino profissional detém qualidade, o que poderá ser conseguido através da implementação de um sistema de garantia de qualidade abrangente, uma medida já em vias de concretização, por via da adoção, em Portugal, do modelo preconizado pelo Quadro de Referência Europeu de Garantia da Qualidade para o Ensino e Formação Profissionais (EQAVET). Mas, não basta. Há que mudar a perceção que os próprios jovens, as suas famílias, os empresários e a população em geral têm do ensino profissional, o que implica atuar ao nível das mentalidades e combater preconceitos enraizados desde há várias gerações.
Não sendo fácil, e não descurando os restantes domínios, é neste domínio em concreto que a ANQEP espera concentrar esforços em 2014. Para o efeito, tem prevista uma estratégia comunicacional concertada e abrangente, com forte interação no terreno e participação efetiva de todos os que, localmente, assumem responsabilidades nos domínios da educação, formação e emprego.

Desta forma, pretendemos ser capazes de dar a conhecer "o outro lado do ensino profissional", feito de rostos e figuras, mais ou menos conhecidas, que são, por si só, exemplos do valor que se sabe existir neste percurso educativo e formativo, com repercussão nas vidas das pessoas, das empresas e do país. O contributo para o combate ao abandono escolar surge como consequência benéfica das características deste percurso educativo. Não é, nem nunca deve ser, o seu propósito. Se formos bem-sucedidos, estaremos a virar, de vez, uma longa página da história do ensino profissional em Portugal.

 

Gonçalo Xufre Silva

Presidente do Conselho Diretivo da ANQEP (Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional)


 
ETLA festeja entrega de Diplomas
 
 
<<  Abril 2014  >>
 Se  Te  Qu  Qu  Se  S  Do 
   1  2  3  4  5  6
  7  8  910111213
14151617181920
21222324252627
282930    
 
exalunos
 
 

 

Promotores da ETLA:


 

 

 

 

 

 

 

SinesTecnopolo

.

 

 

Support Wikipedia Copyright © 2014. ESCOLA TECNOLÓGICA DO LITORAL ALENTEJANO